Edit

Algumas curiosidades sobre Mauricio de Sousa, o criador da "Turma da Mônica"

Nesta sexta, dia 27/10, o maior nome dos quadrinhos brasileiros completou 82 anos. Mauricio Araújo de Sousa, ou só Mauricio de Sousa, nasceu em Santa Isabel, SP, em 1935. Começou sua carreira como quadrinista profissional em 1959, na Folha da Manhã (a atual Folha de São Paulo), quando criou o Bidu.

O sucesso foi tanto que os personagens de Mauricio foram ganhando cada vez mais espaço até chegarmos na "Turma da Mônica" que conhecemos atualmente. Para celebrar o aniversário do mestre, aqui vão cinco curiosidades sobre sua vida e obra.

Mauricio, o Dick Tracy paulistano

Em 1954, Mauricio estava buscando emprego como desenhista em São Paulo e foi tentar a sorte na Folha da Manhã. O editor da época não aprovou as tirinhas do cartunista e não deu a vaga para ele, dizendo que “desenho não dava futuro e dinheiro para ninguém”. Na saída da sala, um jornalista viu Maurício com uma cara tristonha e lhe ofereceu uma vaga como copidesque na redação.

Eu dizia ‘puxa vida, vou virar um super-herói!’. Eu comprei uma capa e um chapéu de detetive americano e voltei para a redação fantasiado.



O Penadinho nem sempre teve esse nome

O Penadinho, um dos personagens mais queridos da Turma da Mônica, já teve outro nome. Em sua estreia na Folha da Manhã, em 15 de setembro de 1963, ele era chamado de Fantasminha.


Aliás, o nome completo dele é Penadinho Penoso Penado. Porém, quando estava vivo, se chamava João Carlos Amorim.

Por que os personagens de Mauricio estão sempre descalços?

Essa é uma pergunta que intriga muitos fãs da Turma da Mônica. Segundo Mauricio, a decisão de deixar os personagens das HQs descalços se deu pelo volume de trabalho crescente, que o impossibilitava de fazer desenhos detalhados. Então, a retirada dos sapatos foi uma forma de simplificar seu traço.

O único personagem da turma principal que anda calçado é o Cebolinha.


Ele criou sua primeira “animação” aos 14 anos

Quando adolescente, Mauricio criou sua primeira “animação”. Ele fez vários desenhos que mostravam a história de um jovem chamado Pedro Malazarte. Se movimentados, os quadros parecem mesmo que estão animados!


Mauricio fez várias dessas animações (ou “cineminhas”, como ele mesmo diz) ao longo de sua juventude.

Números gigantescos

Em quase 60 anos de carreira, Mauricio já criou mais de 400 personagens, já vendeu mais de 1 bilhão de revistas e é publicado em mais de 100 países.
Atualmente, a Mauricio de Sousa Produções trabalha nas HQs de linha tradicionais, nas Graphic MSP, nas animações para TV e internet e nas produções para o cinema, que envolvem os longas da série Cine Gibi e na versão live-action de "Turma da Mônica: Laços", que estreia em 2018.

Via

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.