Edit

Kevin Spacey é acusado de pedofilia e se defende assumindo homossexualidade

O ator Anthony Rapp acusou o ator Kevin Spacey de assediá-lo quando tinha apenas 14 anos de idade. Spacey respondeu as acusações pedindo desculpas e se assumindo como gay.


Tudo começou na madrugada de segunda, quando Rapp deu uma entrevista ao BuzzFeed News contando sobre um caso que manteve em segredo durante anos. Ele conta que, em 1986, quando ambos estavam fazendo espetáculos na Broadway, Spacey convidou-o para uma festa no seu apartamento. Na festa, Spacey teria incitado um avanço sexual, conta Rapp.

Ele conta que estava achando a festa chata e foi assistir TV no quarto de Spacey. Eis que após um tempo, ele notou que todos da festa já tinham ido embora. Nesse momento ele descreve que “Spacey apareceu parado na entrada do quarto, meio que se balançando.” Rapp diz que teve a impressão de que Spacey estava bêbado no momento.

“Ele estava tentando me seduzir. Eu talvez não entendesse isso na época, mas claramente ele estava tentando ficar comigo sexualmente”, disse Rapp. Ele concluí o depoimento dizendo que simplesmente saiu do quarto dizendo que estava indo para casa. Spacey ainda insistiu que ele ficasse, mas Rapp foi embora rapidamente.

Agora com 46 anos, o ator que recentemente estrelou "Star Trek: Discovery" se sentiu compelido a divulgar o caso após a explosão das denúncias no caso de Harvey Weinstein, que levou a divulgação de diversos outros casos de abuso em Hollywood. Os dois atores se cruzaram novamente no prêmio Tony de 1999, onde Rapp estava se apresentando e Spacey era um dos indicados. Rapp pensou em confrontar Spacey, mas isso não aconteceu.

Com a explosão do caso nesta madrugada, Spacey escreveu uma pequena mensagem sobre o ocorrido no seu Twitter. O ator, que hoje estrela "House of Cards", diz ter “muito respeito por Anthony Rapp como um ator”, mas também revela que não se lembra da história narrada. Spacey se desculpa pelo comportamento inadequado.

Kevin Spacey também aproveitou a ocasião para se assumir homossexual, dizendo que queria lidar com a situação “com honestidade e transparência”.


Eu tenho muito respeito e admiração pelo Anthony Rapp como um ator. Eu estou mais que horrorizado de ouvir essa história. Eu honestamente não lembro desse encontro, ele teria sido há 30 anos. Mas se eu comportei da maneira como ele descreve, eu devo a ele as minhas sinceras desculpas pelo comportamento inadequado quando bêbado. Eu também peço desculpas pelos sentimentos que ele descreveu carregar por mim durante todos estes anos.

Essa história também me encorajou a dizer outras coisas sobre a minha vida. Eu sei que tem várias histórias por aí e algumas foram alimentadas pelo fato de eu ser protetor com a minha privacidade. Assim como aqueles próximos de mim sabem, na minha vida eu já tive relações tanto com homens, quanto mulheres. E eu tive encontros românticos com homens por toda a minha vida e escolhi viver como um homem gay. Eu quero lidar com isso com honestidade e transparência e isso começa analisando o meu próprio comportamento.

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.